DownLivre

Você acha que não nasceu para matemática? Improvável, diz pesquisador

Professor da Universidade de Oxford acredita que apenas 5% da população mundial tem algum grau de discalculia. O restante sofre mesmo é com o ensino ruim

A dificuldade de aprendizagem dos números e de executar tarefas aritméticas é chamada de discaulculia

“Nós todos somos matemáticos, mesmo não percebendo isso”, afirmou Marcus du Sautoy, escritor e professor de matemática da Universidade de Oxford. Segundo ele, em entrevista para o jornal The Guardian, matemática não é apenas decorar a tabuada, mas identificar padrões em tudo o que é vivenciado e usá-los para planejar e resolver soluções.


O professor utiliza como exemplo a evolução de nossa espécie. Na luta pela sobrevivência, a compreensão humana de que os indivíduos poderiam ser comidos por animais ou a negociação de territórios com outros humanos são exemplos de testes de raciocínio matemático. Além disso, episódios assim demonstram a habilidade de identificar rapidamente vantagens ou desvantagens numéricas em combates para saber se é caso de lutar ou fugir. De acordo com Su Sautoy, somos descendentes daqueles que acertaram essas e muitas outras contas primitivas.



Discalculia – A dificuldade em aprender os números e de executar tarefas aritméticas é chamada de discalculia. O professor acredita que apenas 5% da população mundial tenha algum grau do distúrbio. Ele alerta que o ensino fraco das escolas e falta de confiança dos alunos na sala de aula não devem ser considerados sintomas da doença.



Marcus revela que ele mesmo não era bom com a tabuada na escola, pois não gostava e nem assimilava assuntos ensinados de forma mecânica. Quando percebeu que incorporava as matérias relacionadas a temas abstratos com mais facilidade, como os algoritmos, descobriu que o tema a era realmente ‘feito’ para ele: “Matemática é inteiramente lógica, não há nenhum ingrediente ou truque mágico misterioso envolvido.”



O uso correto da mente é o caminho para melhorar o relacionamento com os números. “Você está tentando resolver problemas que ninguém sabe a resposta. É crucial que acredite na sua capacidade de chegar à solução da questão. A matemática é uma busca involuntária humana e que tem muita história, pois é uma língua universal e todos nós podemos aprender a falar. “



(Da redação)

Conheça 11 equações que mudaram o mundo!


Alguns fogem delas nas aulas de exatas, outros são fascinados por sua beleza matemática... O que ninguém pode negar é as equações podem ser revolucionárias. O matemático Ian Stewart explica, em seu livro "17 equações que mudaram o mundo" (Editora Zahar, 2013), o impacto delas na ciência, tecnologia e filosofia. Para ele, as equações tiveram um papel fundamental na criação do mundo atual. Confira a seguir uma seleção de 11 equações e suas funções explicadas pelo autor.







TEOREMA DE PITÁGORAS

Demonstra que o tamanho dos três lados de um triângulo retângulo estão relacionados. Segundo Ian Stewart, autor do livro "17 Equações que mudaram o mundo", ele é importante pois fornece um elo entre a geometria e a álgebra, além de ter inspirado a trigonometria. Diante dos estudos de triangulação (método indireto de calcular distâncias usando ângulos), o teorema permitiu melhorar as formas de navegação e mapeamento.



LOGARITMOS

 "Somar é muito mais simples que multiplicar", destaca Ian Stewart em seu livro "17 Equações que mudaram o mundo". Para o autor essa é a importância do desenvolvimento dos logaritmos, uma vez que facilita o processo de multiplicação fazendo a soma dos números relacionados na equação. Com ele, tornou-se possível calcular de maneira eficiente eventos astronômicos.


LEI DA GRAVITAÇÃO DE NEWTON

Provavelmente, muitos já ouviram falar da lei de gravitação de Newton, mas será que lembram por que ela é importante? A lei que determina a força de atração gravitacional entre dois corpos em termos de suas massas e da distância entre eles é importante porque pode ser aplicada a qualquer sistema de corpos que interagem por meio da força de gravitação, segundo Ian Stewart, em seu livro "17 Equações que mudaram o mundo". Ela possibilitou prever movimentos do sistema solar e calcular trajetórias mais efetivas para naves espaciais.


 EQUAÇÃO DA ONDA

 "A corda se moverá em ondas, e generaliza-se naturalmente a outros sistemas físicos em que as ondas ocorrem", explica Ian Stewart, em seu livro "17 Equações que mudaram o mundo". A partir dessa equação foi possível avançar na compreensão de ondas de água, ondas sonoras, vibrações elásticas, entre outras. As companhias de petróleo, por exemplo, utilizam versões similares para encontrar petróleo.


TRANSFORMADA DE FOURIER

As frequências que compõem a equação podem ser usadas para analisar padrões de espaço e tempo, ordená-los, extrair características e remover ruídos aleatórios. Ian Stewart , autor do livro "17 Equações que mudaram o mundo", destaca que a técnica de Fourier é muito usada em processamento de imagens e mecânica quântica. Variantes são usadas para armazenar dados de impressões digitais e aperfeiçoar equipamentos de imagens médicas.


EQUAÇÃO DE NAVIER-STOKES

 A equação é a segunda lei do movimento de Newton disfarçada e fornece um meio preciso de calcular como os fluidos se movem, descreve Ian Stewart, autor do livro "17 Equações que mudaram o mundo". "O termo da esquerda é a aceleração de uma pequena região de um fluido. O termo da direita são as forças que agem sobre ele: pressão, tensão e forças internas do corpo", resume.


AS EQUAÇÕES DE MAXWEL

Envolvem os campos da eletricidade e magnetismo. É importante, pois foi a primeira unificação fundamental de forças físicas, mostrando que as duas áreas estão inter-relacionadas. De acordo com Ian Stewart , autor do livro "17 Equações que mudaram o mundo", elas possibilitaram prever a existência de ondas eletromagnéticas, que viajam na velocidade da luz, de modo que a própria luz é uma dessas ondas.


RELATIVIDADE (EQUIVALÊNCIA MASSA-ENERGIA)

A famosa teoria da E=mc² diz que a matéria contém energia igual a sua massa multiplicada pelo quadrado da velocidade da luz. Para Ian Stewart , autor do livro "17 Equações que mudaram o mundo", a equação mudou a visão de espaço, tempo, matéria e gravidade.


TEORIA DA INFORMAÇÃO

 Ela define quanta informação uma mensagem contém. A teoria estabeleceu limites relativos à eficiência da comunicação, destaca Ian Stewart em seu livro "17 Equações que mudaram o mundo". Hoje a teoria é amplamente usada em criptografia e é a base para a comunicação digital - telefones, CDs, DVDs, internet.


TEORIA DO CAOS

 Modela como uma população de seres vivos varia de geração para geração de acordo com os limites de recursos disponíveis. Ela é uma das equações mais simples que podem gerar caos determinístico, ou seja, comportamento aparentemente aleatório sem causa aleatória, resume Ian Stewart em seu livro "17 Equações que mudaram o mundo"


EQUAÇÃO DE BLACK-SCHOLES

Aplicada no setor financeiro, ela permite comercializar um derivativo antes que ele amadureça atribuindo-lhe um valor "racional", podendo assim se transformar em uma mercadoria virtual. Essa relação resultou em instrumentos financeiros cada vez mais complexos e surtos de prosperidade econômica pontuados por quedas bruscas, exemplifica Ian Stewart em seu livro "17 Equações que mudaram o mundo"